PneuStore

PneuStore
Ofertas imperdíveis! Agora você compra pneus para seu veículo com muito mais comodidade e preço BAIXO!!!

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Serranópolis - Nova administração lamenta sucateamento da frota

De acordo com o prefeito Lidevan um dos patrimônios públicos do município está sucateado

Está sendo árdua a tarefa de colocar a máquina administrativa de Serranópolis nos eixos. Segundo o que se apura pelo governo do novo prefeito do município, Lidevan Lima, a situação é caótica em vários setores, são vias públicas precisando serem refeitas, prédios públicos abandonados, inclusive escolas, e o que deveria estar amparando principalmente os produtores rurais deixou a desejar pois a maior parte da frota e de maquinários estão sucateados ou sem as devidas manutenções.

Segundo um dos responsáveis por esse setor diz: "Maquinários a prefeitura tem!!!... Mas está quase na sua totalidade sucateados... Tem uns que a anos estão quebrados! A garagem da prefeitura está mais para um semitério de carros e máquinas abandonadas do que uma garagem de guardar veículos e máquinas que trabalha em prol do município!!!... Aqui estão tentando consertar uma Patrola... Haja dinheiro para consertar todo esse maquinário e carros quebrados..."

A nova administração está trabalhando com afinco para recuperar toda a frota e acentuar ainda mais os trabalhos de colocar em função da população.

Para o prefeito Lidevan a tarefa não está sendo fácil, pois tudo demanda dinheiro, muito dinheiro mas que estará fazendo todo o possível para que Serranópolis recupere o tempo perdido.

Polêmica no mundo das Ciências Agrárias

Agronomia contra a Separação da Engenharia Florestal

Por Gilberto Fugimoto/Engenheiro Agrônomo
O 9º Congresso Nacional de Profissionais dos Sistema Confea / Crea aprovou a Proposta Nacional Sistematizada nº 63 (PNS 63) que altera a tabela de títulos da Resolução nº 473 de 2002 retirando a Engenharia Florestal do Grupo Agronomia e incluindo no Grupo Engenharia. Se for viabilizada, criará uma nova modalidade na Tabela de Títulos Profissionais do Sistema, regulamentando as Câmaras Especializadas de Engenharia Florestal. 

Câmaras Especializadas são órgãos de decisão administrativa que julgam questões de fiscalização e de registro profissional. Para funcionar, são agrupadas em categorias de uma “mesma modalidade ou campo de atuação profissional”. Assim, a Câmara de Agronomia agrupa, além da própria, as categorias da engenharia florestal, agrícola, pesca, meteorologia e os técnicos do setor. Uma regra lógica num Conselho com 300 profissões registradas. 

A criação dessa nova modalidade e sua transferência ao Grupo Engenharia cria, na prática, a única Câmara uniprofissional do Sistema para apenas 13 mil florestais num universo de mais de 1,3 milhões de profissionais registrados. 

Portanto, a PNS 63 é prejudicial por contrariar a lógica, a legalidade e o bom senso, ao desagrupar carreiras das ciências agrárias e abrir precedentes à criação de novas Câmaras uniprofissionais, que inviabilizam e distorcem a representatividade do Sistema Confea Crea. 

A Confaeab já se mostrou contrária à proposta, convidamos os colegas estudantes e profissionais do Sistema Confea Crea a se posicionarem contra a aprovação no Plenário do Confea, solicitando a REJEIÇÃO da PNS 63, visando restabelecer o ordenamento legal, participando da PETIÇÃO ABAIXO 

http://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR96608

IFG abre inscrições para Bacharelado e Licenciaturas

O Instituto Federal de Goiás (IFG) está com inscrições abertas para 1341 vagas em cursos superiores de bacharelado e licenciatura em 12 câmpus da Instituição, localizados na capital e no interior.

 As vagas serão preenchidas por meio de seleção específica com base na nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). As inscrições para o Vestibular 2017/1, que podem ser feitas até o dia 22 de janeiro, devem ser feitas exclusivamente pela internet, 
na página do Centro de Seleção.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Vandalismo na Praça Tenente Diomar Menezes


Foi na semana que passou onde vândalos espalharam lixo e quebraram as lixeiras

Por Gideone Rosa e fotos de Gênio Eurípedes
Ainda não se sabe quem foi ou quais foram os delinquentes, malfeitores ou baderneiros que causaram os estragos e também toda a sujeira. O fato é que as delicadas Curicacas não foram. 

Foi assim na última semana o fato registrado pela câmera de Gênio Eurípedes quando flagrou tal delito e mostrando ainda o que ocorre quando não se ama a casa onde mora caracterizando a total falta de educação e senso de preservação do patrimônio público.

A ansiedade pela Guarda Municipal consome o jataiense pois se tal força "policial" existisse em nossa cidade coisas desse tipo não aconteceriam.

Sobre as curicacas (foto) é penoso ver que tão delicados e graciosos pássaros não encontrando alimento na zona rural estão dando o ar da graça pelas cidades afora e Jataí não é diferente, é lindo, porém é preocupante pois os hábitos destes animais estão mudando e o que estão consumindo nos lixos das cidades pode causar danos a saúde dessas aves.

Ainda não se sabe se a UFG através dos cursos que estudam comportamento de animais, como veterinária, já está fazendo esse monitoramento principalmente sobre essas Curicacas e essa dieta alimentar advinda do lixo urbano. 
O JN estará fazendo esse questionamento à coordenação do curso e em breve divulgaremos algo a respeito.

...E viva as graciosas Curicacas que embelezam nossas praças e jardins!!!

Jataí a caminho de mais indústrias

Prefeito recebe Grupo Premium Foods Brasil que pretende inaugurar unidade frigorífica em Jataí

Por Guilherme Alves / Foto: Danilo Souza  
Nessa sexta-feira (13), o Prefeito de Jataí, Vinícius Luz, se reuniu com representantes do Grupo Premium Foods Brasil para discutir o cronograma de abertura de um frigorífico na cidade, assim como, a liberação da licença de operação da unidade, que deve iniciar suas atividades na primeira quinzena de março.

O empreendimento que será implantado no Bairro Jardim da Liberdade vai gerar 300 empregos diretos, vários indiretos e terá capacidade para abater quinhentas cabeças de gado por dia. O investimento inicial será de mais de seis milhões de reais, podendo chegar a trinta milhões.

O Grupo Premium Foods Brasil é de Jandira, São Paulo e há seis anos atua no mercado de frigoríficos.

A semana - Fugiu sem prestar socorro

Empresário é detido por dirigir embriagado atropelar jovem.

Do Plnatão JTI
O comerciante  de Jataí Iad Hasan Zaghlul, 46, anos foi detido na noite desta quinta-feira, dia 12, pela Polícia Militar  por ter atropelado um jovem que estava em uma calçada. O acidente aconteceu na Avenida Leomar Ferreira de Melo, na vila Brasília. Segundo a Polícia Militar, o motorista Iad Hasan fugiu do local do acidente, sem prestar socorro à vítima Pedro José Divino Neto.

Segundo a polícia, o comerciante recusou-se a realizar o teste do bafômetro, porém foi levado ao Centro Médico onde foi confirmado que ele ingeriu bebida alcoólica e apresentava sinais visíveis de embriaguez.

O comerciante foi preso em flagrantes logo depois de fugir do local do atropelamento, e vai responder pelos crimes de fuga de local de acidente (pena de detenção de 6 meses a 1 ano) e embriaguez ao volante (pena de detenção de 6 meses a 3 anos).

A vítima foi atendido pela equipe de resgate,  encaminhado a unidade hospitalar, onde permanece internado em estado grave.

No momento que  o  Pedro José Divino Neto foi atropelado ele estava em uma calçada; segundo relato de testemunhas  do nada apareceu a camionete Amarok, de cor prata desgovernada causando o acidente, na ocasião a camionete também colidiu com duas motocicletas que estava estacionadas.

Os policiais militares CB Paulo Vieira e SD Danilo relataram no boletim de ocorrência que após o autor ser detido pela viatura policia 8171, em sua camionete foi encontrado 14 cervejas sendo 12 garrafas e 2 latas.                                                         Fonte: Plantão JTI

Brasil poderá ter outra mulher presidente

Cármen Lúcia pode assumir Presidência da República já em 2017

Por Marcelo Gouveia
Em sua coluna na Folha, Elio Gaspari praticamente “lançou candidatura” da presidente do Supremo. Jornalista aposta na desestruturação do governo Temer

O colunista Elio Gaspari sugere na edição deste domingo (15/1) do jornal “Folha de São Paulo” que a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, pode se tornar presidente da República ainda no ano de 2017 — neste caso, por meio de eleição indireta. Para tanto, o jornalista aposta na desestruturação do governo de Michel Temer (PMDB).

“Havia um vazio em Brasília e ele foi ocupado pela ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal. Pudera, está no Planalto o vice de uma governante deposta, cujo futuro depende de um julgamento do TSE. Do outro lado da praça, há um Senado presidido por Renan Calheiros e uma Câmara até há bem pouco tempo comandada por Eduardo Cunha”, diz ele.

Durante o texto, Gaspari não poupa elogias à ministra, a qual, segundo ele, “com raciocínio cortantes” e “frases retumbantes”, “deu nova dimensão à presidência do tribunal, em apenas cinco meses”.

“O desembaraço e a exposição conseguidos pela ministra seriam apenas um asterisco se o nome dela não estivesse na lista de prováveis candidatos a presidente da República. Numa eventual eleição indireta para substituir Temer, com certeza. Na disputa de 2018, talvez”, argumenta Gaspari.

Corrida ao Palácio das Esmeraldas

Empresário Carlos Luciano, do Novo Mundo, é opção para 2018

Em 2018, o chamado Tempo Novo, agora Tempo da Maturidade, completará 20 anos de poder — quatro a mais do que o ciclo iniciado pelo PMDB em 1983 e concluído em 1998. O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), sabe que, dado o longo tempo de poder, sua base terá de redobrar esforços pra eleger o gestor do Estado pela sexta vez. Seu candidato a governador em 2018, mais do que definido, é seu vice, José Eliton (PSDB). Porém, como político experimentado não “joga” com apenas uma hipótese, o tucano-chefe examina outras possibilidades, para o caso de seu postulante não emplacar, numa disputa contra Maguito Vilela (ou Daniel Vilela), do PMDB, e Ronaldo Caiado, do DEM. Uma delas é o empresário Carlos Luciano, do Grupo Novo Mundo. Como não é político, Carlos Luciano, seguindo o estilo de João Dória, o prefeito de São Paulo, seria uma renovação, ao menos do ponto de vista do eleitorado, que tem emplacado nomes novos em pleitos recentes.                                                                  Fonte: Jornal Opção

Comércio às escuras no período noturno

Ilustrativa/Google
Câmara está prestes a aprovar lei que proíbe comércios de manter luzes acesas à noite

Por Marcelo Gouveia/Opção
Projeto tramita em caráter terminativo e tem parecer favorável de relator, o deputado goiano Lucas Vergilio

Um projeto de lei que tramita na Câmara Federal em caráter conclusivo institui normas para o desligamento da iluminação noturna dos edifícios comerciais. A matéria é de autoria do deputado Givaldo Vieira (PT-ES) e tem como objetivo economizar energia elétrica e diminuir a poluição visual nas cidades.

Pelo texto do PL 3131/15, a iluminação interior dos estabelecimentos comerciais deverá ser desligada em até uma hora após o fim das atividades. Já a iluminação das fachadas e das vitrines deverá ser desligada até a uma hora da manhã ou em até uma hora após o fim do expediente. O projeto também prevê multa que varia de R$ 500 a R$ 5 mil aos estabelecimentos que descumprirem as regras.

Relator da matéria, o deputado goiano Lucas Vergilio (SD) defendeu o texto que, em sua opinião, corrige lacuna legal quanto ao uso sustentável da energia. “A proposta permite reforçar e disciplinar o uso racional da iluminação nos prédios comerciais, os quais têm significativa presença na economia”, reforçou.

O projeto já foi aprovado na Comissão de Desenvolvimento Urbano e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). (Com informações da Câmara Federal)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Córrego Açude é esgoto a céu aberto

E a "fedentina" é insuportável na hora de fazer as refeições e até na hora de dormir

Por Gideone Rosa
O fato foi comprovado hoje pela  manhã quando nossa equipe se deslocou ao bairro Santa Terezinha na altura das esquinas das Ruas do Rosário e Joaquim Nabuco onde encontra a ponte sobre o córrego que dá acesso ao centro da cidade. Segundo uma moradora das proximidades esse evento é uma constante, ou seja desde quando foi feito a rede pela própria SANEAGO.

Para a moradora que não quis ser identificada o fedor é uma tortura diária, não consegui fazer suas refeições diárias e até para dormir é um sacrifício pois o mal cheiro adentra a casa até pelas frestas das portas e janelas. Ela exige que algo seja feito e rápido pois da forma que está não é possível aguentar mais tempo.

Nossa reportagem falou com os responsáveis da Odebrecht Ambiental, companhia terceirizada responsável pelo esgotamento sanitário de Jataí. Eles disseram que até o momento do contato de nossa reportagem ninguém tinha reclamado, mas que já ia acionar uma equipe para resolver o  problema.

Questionado sobre a situação, que é frequente no bairro, a companhia disse que a tubulação é adequada para aquele volume de esgoto que é coletado, mas que o principal problema é o mal uso do sistema onde jogam todo tipo de resíduos desde peças de roupa, fraldas descartáveis, sacolas plásticas, brinquedos, mamadeiras e até garrafas PETs, ou seja os moradores são os culpados por todo esse transtorno.


Segundo o técnico da empresa a companhia é preocupada e que tenta fazer o melhor trabalho possível, mas que a população tem que colaborar usando de maneira adequada o sistema de esgotamento sanitário.

Nota JN
O fato é que fica difícil emitir uma defesa dos moradores da região se alguns desses moradores não disciplinam seu comportamento em relação aos serviços urbanos. O que percebemos, o que não é de hoje, é uma rede de esgoto que deixa dúvidas sobre sua capacidade de esgotamento e somado a isso a falta de educação da própria população com relação a usar com eficiência um sistema onde se encontra todo tipo de lixo e resíduos domésticos. 

Com relação ao córrego Açude vamos cuidar dele com carinho pois a água doce é finita e a água potável está se "esgotando". Vamos cuidar bem de nossos mananciais de água. Jataí, em se falando de água, é um município rico e isso faz toda a diferença em seu desenvolvimento humano. Só devemos ser, ...Educados.

Manejo integrado de plantas daninhas é importante aliado no combate às perdas na lavoura

Por João Giraldi
Uma das grandes dificuldades dos agricultores no ciclo da cultura são as plantas daninhas, que contribuem para a redução da produtividade da lavoura, diminuindo também sua rentabilidade. A reprodução das plantas daninhas acontece muito facilmente, de duas principais formas: a reprodutiva, por meio das sementes, ou a vegetativa, através de estruturas especificas como por exemplo os estolões, quando a planta gera uma outra, sem depender da produção de sementes. Algumas espécies de plantas daninhas podem produzir cerca de trezentas mil sementes, que se propagam pelo vento, chuva, máquinas e outros meios.

Para o bom manejo de plantas daninhas, é fundamental que sejam utilizadas ferramentas capazes de contribuir para a redução da germinação das sementes no solo, o que resulta em uma menor ocorrência de planta daninha por metro quadrado. Uma das opções para a prevenção desse problema, que tem causado enorme prejuízo para os produtores, é o manejo integrado de plantas daninhas, que quando bem executado, evita que o agricultor veja sua produção ser reduzida em até 80%.

Trabalhar com o manejo integrado de plantas daninhas significa utilizar diferentes ações que juntas possam apresentar um bom controle. Essas ações são compostas por basicamente três pilares: o primeiro é a utilização de defensivos que apresentem mais de um mecanismo de ação para o mesmo alvo biológico (planta daninha) dentro do ciclo da cultura; o segundo compreende o controle e cuidados com a sementeira, com  ferramentas (controles químicos, físicos ou biológicos) que reduzam a possibilidade de germinação, diminuindo o número de novas plantas daninhas por metro quadrado; e, por fim, o terceiro pilar seria o monitoramento da área, para efetivar o controle das plantas daninhas nas melhores condições de aplicação dos defensivos e nos estádios mais susceptíveis.

É importante que o agricultor, antes de tudo, consiga mapear e identificar as plantas daninhas existentes em sua lavoura e, assim, adotar os ingredientes ativos com os mecanismos de ação mais efetivos. Isto é fundamental, já que a escolha de diferentes ativos dentro do mesmo ciclo da cultura pode auxiliar na redução das plantas daninhas resistentes.

A utilização de produtos para o controle de sementeiras, não apresenta uma efetividade de 100%, por isso, é possível que ocorra a germinação de um certo volume de sementes, possibilitando uma nova infestação na lavoura. Torna-se então imprescindível que os agricultores façam o monitoramento destas plantas e apliquem os produtos indicados nos estádios iniciais do seu desenvolvimento, já que isso aumentaria sensivelmente as chances de controle do problema.

A planta daninha da década
Dentre as diversas plantas daninhas que prejudicam a produtividade dos agricultores, o capim-amargoso é um dos mais impactantes. Tido por muitos especialistas como a planta daninha da década, ele é um dos maiores problemas enfrentados pelos produtores, que podem ter até 40% da sua produtividade afetada pela infestação. Isso significa que, se geralmente são colhidas cerca de 55 sacas de soja por hectare, o agricultor veria esse número ser reduzido para menos de 35 sacas.

A reprodução do capim-amargoso pode acontecer de duas formas: por meio da propagação das suas sementes e por características vegetativas (quando a planta daninha gera outra dela mesma sem a necessidade de ter uma semente). Um dos grandes problemas encontrados pelos produtores é que, além de germinar o ano inteiro, algumas populações da planta foram selecionadas como resistentes ao glifosato e no último ano foi identificada uma nova população resistente a outro mecanismo de ação, o ACCase (FOP)

Algumas das soluções para o manejo integrado de resistência de plantas daninhas na cultura da soja, englobam a utilização de Cletodim, Glifosato ou 2.4D  na dessecação, dependendo da flora existente na área; produtos de contato e Trifluralina no pré-plantio e, caso necessário, na pós-emergência da cultura pode-se retornar com Cletodim. Na pré-colheita da cultura, também é possível utilizar as ferramentas Glufosinato de Amônio ou outros produtos de contato. Com esta recomendação, trabalhamos com os 3 pilares do manejo integrado de plantas daninhas, controle de sementeira, utilizando ativos com mais de um mecanismo de ação para o mesmo alvo, nas melhores condições de aplicação e nos estádios mais susceptíveis. Com a utilização da nossa plataforma, o agricultor terá a opção de trabalhar com até 6 diferentes mecanismos de ação no mesmo ciclo da cultura.

*João Giraldi é gerente de Produtos na Adama Brasil S/A, empresa de origem israelense, com sede em Londrina.

Jataí News um periódico na vanguarda da comunicação digital do Sudoeste Goiano

Com a palavra o Editor do JN, Gideone Rosa

"Quero hoje agradecer aos leitores do www.jatainews.blogspot.com.br pela excelente audiência dos últimos tempos e dizer que tivemos um crescimento vertiginoso nesse sentido.

O JN está na vanguarda da comunicação digital em nossa região. No início não foi fácil e continua não sendo fácil face ao descrédito de empresários locais e alguns dirigentes políticos que ainda não veem a INTERNET como uma ferramenta revolucionária na comunicação de massa, o que é uma pena. Mesmo assim nosso Blog de Notícias vem se destacando e colocando Jataí e nossa região como uma das principais fontes alternativas de investimentos deste país. 

Um dos exemplos deste sucesso podemos citar uma pequena matéria sobre Lidevan Lima, prefeito de Serranópolis, onde falamos de suas ações frente ao executivo daquele município que publicamos nos últimos dias e vem impressionando o prefeito da vizinha cidade, matéria essa que em um período de menos de uma semana teve 3.713 visualizações e leituras. 

A repercussão foi tão estimulante que no dia de ontem, 12 de Janeiro, resolvemos fazer outra citando também o bom desenvolvimento dos trabalhos naquela cidade e que em menos de 24 horas tivemos novamente impressionantes números, 779 visualizações e leituras, (Entrada e Visualizações de página: Prefeito Lidevan Lima quer transformar Serranópoli...
/12 de jan de 2017 - 779
Mais uma vez, obrigados leitores e admiradores do JN. Sem vocês não somos ninguém. Tenham todos um lindo fim de semana."

Palestras

Palestras
Invista em seu maior patrimônio, Pessoas.