Radio Line link 1

Na Geral

Loading...

terça-feira, 3 de março de 2015

Morre aos 68 anos cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário

Cantor fazia dupla com Milionário, uma das mais conhecidas do Brasil. 
Ele teve insuficiência do miocárdio e parada cardíaca em Americana (SP).

José Rico em show com Milionário em
dezembro de 2014 em Ribeirão Preto
(Foto: Érico Andrade/G1)


Morreu nesta terça-feira (3), aos 68 anos, o cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário. Ele estava internado desde segunda-feira (2) no hospital Unimed, de Americana (SP), cidade onde morava. Segundo o boletim médico, ele teve insuficiência do miocárdio, seguido de parada cardíaca.
"É com muita dor no coração e profunda tristeza que comunicamos o falecimento do nosso ídolo José Rico. Vamos rezar por este homem que tanta alegria nos deu. É impossível descrever nossa tristeza, estamos todos em estado de choque", diz a nota oficial. A assessora da dupla disse ao G1 que toda a equipe e a família estão em choque.
"O maior de todos se foi... O mito, a melhor voz desse país! Meu coração está despedaçado... Muito muito triste. Obrigada por tudo, Zé Rico! Me sinto privilegiada de ter convivido um pouco com você!", escreveu no Instagram a assessora de imprensa da dupla, Amália Barros.

Protesto de caminhoneiros bloqueia tráfego na GO-010, em Silvânia

Cerca de 60 motoristas participaram do ato, que acabou por volta de 13h30.
Motoristas reclamam do preço do combustível e do baixo valor do frete.
Paula Resende - Do G1 GO
Caminhoneiros protestaram na manhã desta segunda-feira (2) na GO-010, próximo a Silvânia, a cerca de 70 km de Goiânia. Eles impediram a passagem de caminhões que não transportam cargas perecíveis. O ato integra a série de protestos que ocorrem em todo o país contra o preço dos combustíveis e o baixo valor do frete.
Esta foi a primeira vez que o trecho foi bloqueado desde o início das manifestações. Cerca de 60 caminhoneiros participaram do protesto, que começou às 7h30 e terminou por volta das 13h30.
O capitão da PRE Rubens de Oliveira Machado Júnior informou ao G1 que carros de passeio, motos, ônibus, veículos de emergência e caminhões com cargas perecíveis conseguiram seguir viagem. "O protesto foi pacífico e nenhum incidente foi registrado", relatou.
A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Goiás informou que, por enquanto, não há decisão judicial que impeça a interrupção do tráfego na GO-010.
Bloqueio
Outra manifestação deixa bloqueado o tráfego no km 46 da BR-060, no sentido Alexânia a Anápolis. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o protesto é realizado por cerca de 100 integrantes de um grupo acampado em uma fazenda da região e teve início por volta de 10h30.
Os manifestantes atearam fogo a pneus, mas não há registro de atos violentos. A PRF não soube informar o número de integrantes. No entanto, a polícia afirma que não há a participação de caminhoneiros neste protesto. O congestionamento no local chega a quatro quilômetros.
De acordo com a PRF, os manifestantes liberaram a rodovia por volta das 14h50.

Com impacto de conta de energia, tarifa de água também sobe em Goiás

Empresária diz que terá que arcar com
impacto do aumento
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Alta de 2,40% começou a valer em 225 cidades atendidas pela Saneago.
Companhia argumenta que são realizados investimentos no serviço.
Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
A tarifa de água e esgoto em Goiás teve aumento percentual de 2,40%. A medida, proposta pela Agência Goiana de Regulação (AGR), entrou em vigor no domingo (1º) e atinge 225 cidades que são atendidas pela Saneamento de Goiás S/A (Saneago) no estado.
Segundo o superintendente de Comunicação e Marketing da Saneago, Luiz Novo, teve como base o aumento em outra tarifa, a de energia. Proprietária de um restaurante em Goiânia, a empresária Kárita Azevedo diz já sofrer com o impacto do reajuste no orçamento.
Ela estima que a conta mensal média de R$ 1,5 mil deve ter um aumento aproximado de R$ 40. “Eu não posso repassar isso para o meu cliente, então, eu trabalho no aperto. Até porque eu fiz um reajuste nos valores há 40 dias. Então, fazer outro reajuste eu não dou conta”, diz.
Gerente de um lava a jato da capital, Robson Joaquim de Souza afirma que irá aumentar o preço do serviço para compensar o aumento na tarifa.  “Aumentando a água, aumenta [o preço da] lavada, se não, não dá para pagar os funcionários”, argumenta.
Investimentos
Luiz Novo afirma que, apesar do aumento na tarifa, o consumidor deve ser recompensado por melhorias no serviço como, por exemplo, a redução no índice de perdas durante o processo de distribuição de água.
"Goiânia é a capital com menor índice de perdas no Brasil. Enquanto a média é de 37% no país, nós estamos com em torno de 21,5%”, afirma. “Isso é fruto de investimentos que são feitos na redução de pressão nas redes, na modulação e automatização do sistema. São ações que vão sendo realizadas ao longo do tempo para minimizar o impacto”, completa Luiz Novo.
Ele também cita obras de ampliação na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que pretendem melhorar a qualidade da água.

Estradas bloqueadas - Veja os pontos de bloqueios nas estradas do país nesta terça

Ilustrativa
Há estradas bloqueadas total ou parcialmente no RS e em SC. No PR, há seis pontos de manifestações, mas sem bloqueios nas estradas.
Do G1, em São Paulo
Caminhoneiros seguem protestando nas estradas do país nesta terça (3). Até as 7h30 havia bloqueios em dois estados: Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No Paraná, há seis pontos de manifestações, mas sem bloqueios nas estradas. Os dados são das polícias rodoviárias federal e estaduais.

Veja os pontos de bloqueios às 7h30:

RS
BR-153 - km 386 - Cachoeira do Sul
BR-158 - km 125 - Condor
BR-158 - km 178 - Panambi - trevo com a BR-185
BR-158 - km 178 - Pejuçara
BR-158 - km 265 - Júlio de Castilhos (sem bloqueio)
BR-293 - km 182 - Bagé (sem bloqueio)
BR-386 - km 36 - Frederico Westphalen
BR-386 - km 243 - Soledade (sem bloqueio)
BR-386 - km 268 - Fontoura Xavier (sem bloqueio)
BR-392 - km 1 - Rio Grande (sem bloqueio)
BR-392 - km 297 - São Sepé
BR-392 - km 350 - Santa Maria (sem bloqueio)
BR-468 - km 0 - trevo de acesso à BR-158 e à ERS-569 - Palmeira das Missões
BR-468 - km 99 - Três Passos
BR-472 - km 132 - Três de Maio
ERSC 377 - km 264 - Santiago
ERS- 400 - km 44 - Sobradinho
ERSC 481 - km 72 - Estreva Velha - 
SC
BR-163, no km 83,6, em Guaraciaba
BR-163, no km 101, em São José do Cedro
BR-163, no km 111, em Guarujá do Sul
BR-282, no km 645,6, em São Miguel do Oeste

segunda-feira, 2 de março de 2015

I Etapa do Campeonato Goiano de Judô

Por Dieter Santos
Neste sábado, dia 28 de fevereiro aconteceu no SESI Ferreira Pacheco em Goiânia a 1ª Etapa do Campeonato Goiano de Judô, com a participação de mais de 400 atletas e 25 academias de todo o Estado.

A Equipe do Judô Wider Santos/Projeto Judô Para Todos, conquistou a 2ª Colocação Geral da Competição, sendo está a melhor colocação de uma Equipe de Jataí na competição, participando com 40 atletas e conquistando um total de 35 medalhas, sendo 18 de ouro, 5 de prata e 12 de bronze.
Para os técnicos Daryene Wider e Dieter Santos o empenho e desenvolvimento dos atletas está melhorando visivelmente e devemos ter resultados importantes e nível nacional este ano.

Toda a equipe agradece ao apoio da Prefeitura Municipal que cobriu praticamente todos os gastos relativos à competição e aos patrocinadores Rural Brasil, Açaí Café, Erio Auto Peças, Climicor e Papelaria Miscelânea que contribuíram para a participação desta equipe na competição.

Os Resultados foram os seguintes:
Campeões:
Allan Iwata, Ana Assis, Cristino Filho, Guilherme Souza, Grabriel Andrade e Leonardo Santos (Mirim), Carlos Araújo e Paulo Leoar (Infantil), Tiago Garcia (SUB13), Ana Vilela, Laura Almeida, Reiner Santana (SUB 15) Gabriel Peres (SUB18), Daryene Wider e Dieter (Sênior), Daniela Oliveira, Dieter Santos e Vilzair Ferreira (Máster).

Vice-Campeões:
Eduardo Belo e Rafael Linder (Infantil), Kauã Guimarães (SUB13), Gustavo Nascimento (SUB15), Leonardo Ortega (SUB 21).

Terceiros Colocados:
Gabriel Pires e Gustavo Hiroshi (infantil) e André Medeiros, Kaian Dutra e Guilherme Leite(SUB13),  Giovana Andrade, Kaine Oliveira e Leonardo Ortega (SUB18), Gabriel Peres e Maykon Almeida (SUB21), Vilzair Ferreira (Sênior) e Léo Andrade (Máster).

Quirinópolis depois do terror

Audiência Pública e caminhada debateu segurança em Quirinópolis
Muita gente saiu às ruas de Quirinópolis, no final da tarde desta sexta-feira (27), a fim de gritar por paz. Em caminhada que partiu da Praça da Velha Matriz em direção à Câmara Municipal, onde se realizou Audiência Pública, muitas pessoas trajavam vestes pretas e outras seguravam faixas com dizeres que traduziam o medo, mas ao mesmo tempo, a esperança de a cidade tenha a tranqüilidade restabelecida.
       Já na Câmara Municipal, autoridades e comunidade debateram sobre a segurança em Quirinópolis. No encontro proposto pela vereadora Yvis, o Coronel Vitor Dragalzew Júnior, Chefe do Estado-Maior da Polícia Militar de Goiás informou que 20 Policiais Militares serão destinados à Quirinópolis, na próxima segunda-feira, reiterando promessa já feita várias outras vezes, por outros integrantes do governo estadual, em diferentes ocasiões.
      Coronel Dragalzew ressaltou que nunca se investiu tanto em segurança no Estado de Goiás, como agora, afirmando que a operação que está sendo desencadeada em Quirinópolis foi em decorrência de pedido feito pelo deputado estadual Paulo Cezar Martins e pelos vereadores Edvaldo e Yvis.
Várias autoridades participaram da Audiência, entre elas, o Coronel Vitor Dragalzew Júnior, Chefe do Estado-Maior da Polícia Militar de Goiás; Tenente Coronel Caetano, comandante da Força-Tarefa que está sendo desencadeada em Quirinópolis; comandante do 8º CRPM, Coronel Cícero Otaviano Teixeira; comandante da 12ª CIPM, Major Marcos Vinícius Pinto Batista; delegados de Quirinópolis, Simone Casemiro Campi e Rafael Gonçalves; Promotor de Justiça, Luis Antônio Ribeiro Júnior; deputados estaduais Paulo Cezar Martins, José Nelto e Major Araújo; deputado federal Daniel Vilela; Secretário Municipal de Transportes e vereador licenciado, Célio Rosa do Prado (representando o prefeito Odair Resende); ex-prefeito Gilmar Alves; ex-vice prefeito Antônio José Pereira; vice presidente da ACIQ, Acrísio Neto de Freitas; presidente do Instituto Renascer, padre Jaso Ribeiro; presidente da OAB subseção Quirinópolis, Abelardo José de Moura; vereadores Yvis, SD Edvaldo, Marquinho da Casa de Apoio, Marcos Cabral, Núbia Theodoro, Dr. Gustavo, Gregori Martins, Tocozinho, Divininho da Ambulância e Márcio de Oliveira, além de secretários municipais, dentre os quais, a professora Veroneida Rodrigues de Assis, atual secretária da educação.
A caminhada e audiência pública contaram com a participação de vítimas e parentes de vítimas de vários crimes praticados na cidade. Muitos fizeram uso da palavra, a fim de clamar por justiça. Fonte: Deo Notícias

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Tabela estabelece parâmetros para preços de combustíveis a partir de 1º de março

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) publicou no Diário Oficial da União nova tabela com os preços de combustíveis a serem usados como o valor médio ao consumidor em 15 estados e no Distrito Federal, a partir de 1º de março.
É a terceira tabela com os preços de referência divulgada neste ano. Ela traz parâmetros do Confaz para os estados de Alagoas, do Amazonas, de Goiás, do Maranhão, do Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Paraná, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Norte, de Rondônia, de Santa Catarina, de São Paulo, de Sergipe e do Distrito Federal.

O Confaz é constituído pelos secretários de Fazenda, Finanças ou Tributação de cada estado e do Distrito Federal. É presidido pelo ministro da Fazenda. O objetivo do Confaz é adotar medidas para aperfeiçoar a política fiscal dos estados e torná-la compatível com as leis da Federação.

Pela tabela, no Distrito Federal, o preço médio da gasolina, a partir de 1º de março, será R$ 3,45. No Plano Piloto, área nobre de Brasília, entretanto, alguns postos já cobram R$ 3,54 pelo litro do combustível. Uma rede de postos da capital está cobrando R$ 3,42, mas já informou que a nova tabela implicará reajuste no preço ao consumidor assim que o atual estoque terminar.

No início do ano, o governo aumentou os tributos sobre o preço da gasolina. Segundo a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, o reajuste médio sofreu o impacto do aumento do PIS/Cofins (Programa de Integração Social/Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), com efeito cascata no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A elevação do PIS/Cofins foi publicada no Diário Oficial da União no fim de janeiro como uma das medidas para aumento da arrecadação pelo governo federal. Ao anunciar a medida, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, indicou que o aumento dos dois tributos seria correspondente , a R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel.

Fonte: Agência Brasil

Notícias da vizinha Rio Verde

Juraci Martins faz acordo
com professores
Do Imagem Goiás
Prefeitura cede e professores devem voltar ao trabalho na segunda-feira (2/3)
Enquanto isso, não há negociação com servidores da saúde e auditores fiscais do município, que não têm previsão de encerramento da paralisação
O prefeito de Rio Verde, Juraci Martins (PSD), se reuniu na última quarta-feira (25/2) com os professores municipais e realizou um acordo fixando o reajuste de 13,01% para os educadores. Com a aprovação do projeto pela Câmara Municipal que deve acontecer nesta quinta-feira (26), a greve chega ao fim e os professores retornam a trabalhar na próxima segunda-feira (2/3).

Na reunião do dia 25, estavam presentes, além do prefeito e dos professores, a equipe técnica do Executivo Municipal, representantes do Legislativo e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Rio Verde, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego)  e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rio Verde (Sintraerv).

O parcelamento do reajuste em quatro meses proposto pela prefeitura foi mantido, porém os meses e indicadores foram alterados: 6,22% em Fevereiro; 1,50% em Abril; 3,79% em Maio e 1,50% em Junho, todos retroativos a janeiro do ano de 2015.

Além disso, os professores pediram que a redação do projeto de lei fosse alterada com o objetivo de esclarecer que os benefícios concedidos pelos diferentes níveis de carreira e titularidade serão mantidos.

Havia a expectativa de que a proposta fosse votada ainda na quarta-feira (25), porém ela ainda não havia sido alterada e, por isso, não houve votação. A Câmara espera receber o projeto com as alterações, votá-lo e aprová-lo ainda nesta quinta-feira (26). Com isso, os professores normalizam suas atividades a partir de segunda-feira (2).

Enquanto os professores se comprometeram a encerrar a paralisação assim que o projeto for aprovado, os servidores da saúde e os auditores fiscais continuam em greve até entrarem em um acordo com a prefeitura de Rio Verde.

Reajuste para o prefeito

A prefeitura enviou e aprovou, no início desta semana, um projeto de lei que concede reajustes ao prefeito, vice-prefeito, procurador-geral e todo o secretariado. A recomposição salarial é referente ao ano de 2011 e totaliza 25,5%.

De acordo com a vereadora Lúcia Batista (PT), os vereadores aprovaram o projeto porque o prefeito colocou esse repasse no mesmo projeto de lei que que faria a recomposição do salário de servidores municipais como merendeiras e garis, que precisam do reajuste. (Fonte: Jornal Opção)

Justiça condena homem por estuprar a enteada e mãe, por omissão em Jataí

Abuso foi descoberto porque irmã da vítima, de 9 anos, denunciou caso. Mulher sabia que filha era estuprada, mas não tomou atitude, afirma juiz.
A Justiça condenou o padrasto e a mãe de uma garota de 12 anos pelos crimes de estupro de vulnerável e omissão, respectivamente. A sentença prevê nove anos e quatro meses de prisão para ambos. O caso só foi descoberto porque a filha mais nova da mulher, de 9 anos, relatou os abusos que a irmã sofria a um juiz durante uma visita do magistrado a uma escola da zona rural de Jataí, no sudoeste goiano.

O juiz  Inácio Pereira da Siqueira proferiu a sentença no último dia 10 de fevereiro. O padrasto da vítima já está preso. Já a mãe, que perdeu a guarda das filhas, recorre da medida em liberdade. As meninas estão sob o cuidado de familiares.

saiba mais

A condenação do casal ocorre cerca de sete meses após a denúncia da irmã da vítima, feita em julho do ano passado, durante uma visita do Programa Justiça Educacional do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. Na época, a criança contou ao juiz Sérgio Brito Teixeira e Silva que o padrasto estuprava a irmã e a mãe “tinha conhecimento e não fazia nada”.

“Ela se sentiu segura para dizer, contar o drama que ela estava vivendo dentro da sua casa, onde narrou com detalhes o que o padrasto fazia e a omissão da mãe”, disse Silva.

O juiz levou o caso à Polícia Civil, que investigou o abuso. A menina, que na época tinha 11 anos, confirmou, tanto aos investigadores quanto ao magistrado, que o padrasto a tocava nas partes íntimas. Na sentença, não há a informação do tempo que a garota foi vítima de violência sexual.

Responsável pela decisão, Siqueira afirma não ter dúvida dos abusos cometidos pelo padrasto e da omissão da mãe da vítima, que eram casados há oito anos. “Era sua obrigação legal, moral e humana velar pela integridade, pela dignidade e pelo bem estar de sua filha. Devia e podia agir para impedir o resultado e não fez”, escreveu na ação. (Fonte: G1)

Caminhoneiros liberam a BR-364 após ordem judicial, em Goiás

Ilustrativa
Manifestantes acataram decisão sem atos de violência, em Mineiros.
Motoristas reclamam do preço do combustível e do baixo valor do frete.
Luísa Gomes - Do G1 GO
Caminhoneiros que protestavam na BR-364, em Mineiros, no sudoeste de Goiás, liberaram a rodovia após serem notificados de duas liminares expedidas pela Justiça Federal. A via foi liberada por volta de 15h desta quinta-feira (26) e, segundo o oficial de justiça Adriano Claudino Araujo, os manifestantes acataram a ordem imediatamente e não houve qualquer ato de violência.
O ato integrou a série de manifestações que ocorrem em todo o país contra o preço dos combustíveis e o baixo valor do frete. O bloqueio teve início às 8h30, foi paralisado às 11h e retomado às 13h30.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), pela manhã, o congestionamento chegou a cerca de quatro quilômetros. Até as 16h30 a polícia ainda não tinha informações atualizadas sobre o total do congestionamento causado pelo ato.
Ainda de acordo a PRF, como nos demais dias, os manifestantes liberavam a passagem de carros de passeio, veículos de emergência, motocicletas, ônibus e veículos transportando cargas perecíveis.
O trecho registra protestos desde a última sexta-feira (20), quando os atos começaram. Na quarta-feira, a rodovia ficou bloqueada durante todo o dia.
Manifestações
Caminhoneiros protestaram por 12 horas na BR-153, em Aparecida de Goiânia, na quarta-feira. O ato chegou ao fim após os manifestantes serem notificados de decisão judicial que proíbe o bloqueio da rodovia. Em caso de descumprimento, a multa é de R$ 1 mil por hora de interrupção do trânsito.
Além de Aparecida de Goiânia, os caminhoneiros também interditaram trechos da BR-153 em Itumbiara e Porangatu. Os protestos iniciaram há quase uma semana no estado.

Radio Line link 2